Meios e Mídias · Paradigmas e comportamentos

Meu nome é Khan, e eu não sou um terrorista

Não sou fã do cinema Bollywood. Por isso por muito pouco o filme não me escapa. Agradeço a minha inabilidade a lidar com minha recém adquirida SkyHD e ter apertado o botão errado no controle remoto. Era começo da madrugada e assisti um trecho, justamente quando Khan conhece Mandira. Ele era tão pueril, doce, que fiquei uns instantes assistindo. Em dado momento ele dá um piti com um casaco amarelo da Mandira e me lembrei de uma amiga. Fiquei curiosa de ver como o filme ia se desenrolar, e o gravei para assistir mais tarde. Fico muito feliz que eu tenha feito isso.

Contém alguns spoilers. Não o suficiente, eu acho, para estragar o filme, mas é sempre bom avisar…

Continue lendo “Meu nome é Khan, e eu não sou um terrorista”

Anúncios
Crônicas do Cotidiano · Paradigmas e comportamentos

Desvia e rebate: a técnica preferida de quem não saber argumentar

Um post críptico para bom entendedor, onde meia palavra basta e ponto é letra….

Duas pessoas se encontram nas ruas da internet (sabe aquele lugar onde todo mundo é macho pra caramba? Pois é, lá mesmo!). Uma odeia a outra, embora a contrapartida não seja verdade. Poderia ser, mas por acaso não é. É apenas um ilustre desconhecido que por A+B-C resolveu que o interlocutor é motivo de seu ódio supremo. Inverossímil? Oh, acredite, isso acontece. Então, duas pessoas se encontram em um site sobre receitas num tópico de picadinho de carne (é, eu sei, eu e meus exemplos surreais) onde se condenava o uso da salsa para temperar picadinho. O sujeito A, que nem foi quem começou a conversa, concorda que temperar a carne com salsa não picada e não lavada estraga o picadinho. O outro acha que fica uma maravilha e que é um absurdo, uma heresia, reclamar da salsa que estraga o picadinho, sendo que essa era apenas a opinião de quem começou o assunto.  Resolvem discutir acaloradamente.

Continue lendo “Desvia e rebate: a técnica preferida de quem não saber argumentar”