Palavra que cura · poesia

Das Leis (III)

Das leis universais e imutáveis das coisas quebradas:

Elas avisam, umas as outras, e combinam quando vão quebrar. Fazem assembleias secretas, votam, deliberam. E em fila indiana por dentro e por fora, tudo se quebra em mórbida sucessão.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s