Filosofia de TPM…

Tanta coisa relevante acontecendo no mundo. Tanta coisa interessante acontecendo na minha vida. Sério, tanta coisa. Mas eu tenho mesmo esses arroubos masoquistas de quando em quando, me pego com umas idéias fixas, uns pensamentos que não são macabros no estrito sento da palavra, mas pra mim é coisa de quem não tem louça pra lavar. E presta atenção ,com os filhos que tenho, louça pra lavar nunca me falta.

Presta atenção que eu aprendi muito no último ano e meio. Ligar o foda-se é uma delas. Antes eu achava que ligava. Talvez algum dia eu igualmente ache que tava ligado mas aprenda um novo nível de desprendimento que me mostre que hoje eu tava só no faz de conta… mas enfim, antes eu denegava. Agora simplesmente não me afeta, a maior parte do tempo.

Nos momentos mais complicados da minha vida, e veja bem, houveram momentos bem complicados, eu me agarrei em dois quase mantras. Uma foi a Litania do medo Bene Gesserit do Duna… a idéia de que o medo passa e você fica, é poderosa.
A outra é uma litania também, a oração da serenidade. Há coisas sobre as quais não temos nenhuma ingerência. Nenhuma mesmo. Elas são absolutamente escolhas alheias, conjunturas estranhas a nós, impossibilidades físicas…  Há coisas que precisamos mudar. E exigem de nós um grande esforço, a maioria das vezes maior do que o que estamos dispostos a empenhar em nós mesmos.  E entre elas, um mundo cinza que trafega, que muda de lado, que se mascara e nos engana. Discernir o que devemos fazer do que é pura teimosia e o que devemos aceitar do que é pura acomodação, é tarefa de todo dia, todo segundo, o tempo todo.

Dito isso, que parece uma divagação nada haver com o começo do post, eu ainda tenho medo, e ainda bato cabeça entre uma teimosia atroz e uma acomodação bizonha. A menina da inércia, que nunca para até ser parada, e que nunca se move até ser jogada no mundo, ainda mora em algum lugar dentro de mim e é dela que tenho medo. Mais que de tudo.  Só que hoje, eu tenho mais o que fazer. Mesmo. Muito mais. Então regularmente não sobra tempo pra tanto drama, tanta divagação. É pra fazer, eu vou lá e faço. Como?  Bom, a ideia é sair do outro lado, nem sempre eu sou propriamente convencional, as vezes gostaria de ser mais, porque no fundo aqui e ali acho que protelo inevitáveis.

E é de um desses inevitáveis de que falo, ou desses momentos que não sei se estou se estou sendo teimosa ou acomodada, e gostaria de uma grande epifania, e uma dose de coragem pra deixar o medo me perpassar e sumir do outro lado… E é uma bobagem tão… tão… boba, essa que me deparo desde o meio da semana, e volta meia paro pra pensar!  E tem me deixado visivelmente mais irritada, irritada com a coisa em si, com o fato de entrar dia e sair noite e ainda haver uma parte de mim contando história velha, ou sei lá, com o fato deu estar levando o que é só uma não conformidade no meu mundo como algo pessoal. Até porque, perspectiva, amiga. É não conformidade pra mim, mas faz um puta sentido em outras esferas, em outros prismas, em outras histórias. E eu, a despeito de qualquer amabilidade, não sou o centro do universo, do planeta, nem do meu mundo. Eu não sou o centro nem de mim mesma!  Aí eu me magoo com pouco, ou com muito mas que é da ordem das coisas que não tenho ingerência.  Que já aprendi que não controlo. Que não influencio. Ou que influencio tão pouco que não vale o esforço desesperado por uma amor que deveria ser mais prazeroso e mais fácil. Não que amar não doa ou não seja difícil, mas já dizia a canção, if that’s love it comes at much too high a cost!  Não deveria ser assim, logo, no geral eu tento desencanar. Mas desde o meio da semana que tem coisa me incomodando… e tá rolando um desencavar de mágoas antigas.

Ou isso ou estou com overload de T4 ou mais banal ainda, de TPM.  Sem querer ser chata e já, dada a minha natureza, sendo por puro hábito, é de longe o mais provável.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s