Uncategorized

Sobre certos e muito errados

É claro que toda história pode ser contada de várias formas diferentes, e por isso não somos e nunca seremos esse desenho chapado no papel. De onde quer que olhemos, somos diferentes e nossas histórias são diferentes. Nós mesmos podemos recontar nossa história e descobrir coisas escondidas, defeitos e qualidade que a gente nem percebeu. Um novo viés. E passamos de heróis à vilões à heróis novamente. Continue lendo “Sobre certos e muito errados”

Pensamentos Aleatórios

Sobre confluências, vilões e coisas que passam através de mim…

Pensava eu ainda anteontem sobre como eu podia traçar de alguma forma essa linha divisória entre antes e agora, pra o bem e para o não tão bem assim.

Em como para o bem eu podia respirar. E havia silêncio. E eu prestava contas a mim mesma.  E parecia que o pior tinha ficado para trás e subitamente havia paz.  Mas para o não tão bem eu tinha esse processo de definir-me, construir a parede do meu ego, definir a linha que me separava do nada, e ter possivelmente pela primeira vez uma identidade que era una, uma em si mesma… E esse é um processo tão cansativo, tentativa e erro, enxugar de gelo e um lugar extremamente solitário de quando em quando. Quase fazia sentido ter sido definida pela alteridade: quem quer esse trabalho diário que se estende por todos os segundos, do qual completos estranhos exigem perfeição e conhecidos desavisados superestimam a constância? Quem quer ser o único responsável pelo que se esqueceu, pelo que se errou, pelo que não se teve força de fazer ?  Quem diabos quer viver em uma história sem vilão? Continue lendo “Sobre confluências, vilões e coisas que passam através de mim…”

Pensamentos Aleatórios

” secret meeting in the basement of my brain”

Perdi meu sono noite que passou. E não foi sobre mim.

Ou foi. Reflexo, indireto, dessa luz (ironicamente) amarela das estrelas que explodem deixando pelo seu caminho mortos e feridos, mesmo que esses sejam só fantasmas do natal passado ou coisa assim.

Enquanto eu estava tendo reuniões secretas no porão da minha mente, coisas estavam acontecendo. Boas coisas. Coisas más. Apenas coisas. Continue lendo “” secret meeting in the basement of my brain””

Crônicas do Cotidiano · Pensamentos Aleatórios

Meu post de ação de graças… (para aqueles para os quais minha dívida é infinita)

Desde que esse ano começou eu já estive preocupada; genuinamente infeliz; deprimida; profundamente desesperada; assustada; melancólica; me sentindo injustiçada; com muita raiva; sentindo ódio; sentindo mágoa; perdida; sem o menor vestígio de esperança; desiludida; confusa… e muitos outros sentimentos que pelo bem de nossa sanidade não costumam habitar nossa alma simultaneamente. Mas a minha, habitaram. Continue lendo “Meu post de ação de graças… (para aqueles para os quais minha dívida é infinita)”

Uncategorized

Vocês se lembram da minha voz? (01)

Meu cabelo foi ficando uma merda. Mesmo. Desde a primeira crise de hipertireodisimo, passando por trocentas pinturas, hipos e hipers, luzes, descoloração e muito, muito maltrato foi só ladeira abaixo. Tanto que é impossivel passar de um certo comprimento. O cabelo cresce até ali, mas é só ponta morta e para de crescer… ai eu aparo e ele cresce até ali e … então né?!

Não é nem a 1a vez que tento cuidar deles… mas sei lá, não custa registrar. Tendo a ser mais zelosa com aquilo que tem registro público. Tanto que pensar em parar de fumar eu tinha pensado milhões de vezes, mas foi só quando resolvi que ia ser pra valer que tornei público. E foi todo o assunto que tive (isso e minhas lágrimas amargas de Petra Von Kant…) por dias e dias, até ter certeza que todo mundo que me conhecia sabia da novidade e ia me cobrar caso eu fraquejasse…  até hoje, nenhuma racaída! Continue lendo “Vocês se lembram da minha voz? (01)”