Pequenos apontamentos do cotidiano 02

Ainda repito tudo que disse. Eu sempre acredito em tudo que digo. Mas o solavanco entre os soluços as vezes tem uma aspereza que não há como se lidar. E as vezes o tudo beira o nada. E inconsoláveis olhamos nossa impotência. Hora ruim para essa certeza cada vez mais lúcida de que apenas nós olhamos e velamos sobre nós e em nenhum placar místico nossos pontos se acumulam cada vez que damos o mais puro melhor de nós.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s