De olho na TV : Castle

Ontem foi dia de maratona de Castle. Esse foi um que andei deixando acumular não pela série em si, mas porque é visto por todos aqui em casa, e como ninguém tinha visto ainda, fui priorizando outras coisas. Mas depois de assistir vários episódios seguidos, me deu ódio mortal de ter deixado acumular e lembrei de como gosto de assistir Castle. É descompromissado, é engraçado, é levemente inteligente e um mar de referências nerds…

Dessa vez não tem spoilers, apenas um apanhado geral de impressões.  Mas tem umas falas extra-plot de um episódio, então você decida se vai ou não considerar spoiler.

Captain Hammer in Dr Horrible's Sing Along Blog

Pra começar, desde que a AXN anunciou que ia passar a série, eu sinto essa incontida vontade de rir. Não dá pra deixar de fazer uma leve(?) analogia entre o Rick Castle e outro personagem do Nathan Fillion, o Captain Hammer de Dr. Horrible’s Sing-Along Blog. Dr. Horrible é minha produção web de cabeceira, a trilha sonora tem espaço garantido no meu celular e dos vídeos que tenho no meu computador, é de longe o que mais revejo. E apesar do escritor ser uma pessoa bem melhor do que o super herói, ambos são igualmente canastrões e por isso, absurdamente engraçados.

O AXN está passando a 2a temporada de Castle e a série já foi renovada (oba!) para uma terceira temporada. Como o AXN as vezes faz, a segunda temporada veio na cola da primeira (que é super curta, 10 episódios contra os 24 da segunda temporada) e exceto por uma abertura diferente, foi quase imperceptível a passagem de uma temporada pra outra, o que causou grande confusão aqui em casa:
– “Todos já viram o episódio 4 de Castle?”
– “Obvio que já, eu vi uns 12 episódios já…”
(bom, 10 da primeira, 2 da segunda, e o cidadão não tinha visto o tal episódio 4 da segunda temporada… ainda bem que eu acrescentei à pergunta um “o que começa com uns alunos assistindo um vídeo de um sujeito no ártico…” ou eu teria apagado o episódio já que na sinopse não consta como sendo de outra temporada… Pra aumentar essa confusão, a Sky na verdade coloca na sinopse dos episódios um 1a temporada pra dar nó na cabeça dos desavisados.).

Castle é uma série de procedimento policial, mas tem um ritmo próprio diferente de outras do gênero (como CSI e Law & Order). Castle é uma série engraçadíssima, mas não é propriamente comédia (nisso, ela lembra Monk). É descompromissada, mas não deixa de ter umas tiradas inteligentes, quase filosóficas, e tem momentos emocionantes, sem ser em essência um drama. Talvez por isso todos aqui em casa gostem de assistir: é capaz de agradar todo mundo, por alguma faceta específica, ou por todas juntas. Além disso, pros meus adolescentes (inclusive um de 44 anos) tem a mal-saída-das-fraldas Molly C. Quinn que é estupendamente linda, e tem a Stana Katic que apesar de fazer um personagem quase estóico, eu acho muito bonita.

E as referências e homenagens aos grandes clássicos nerds e ao way of life nerd são uma delícia. Temos isso em Big Bang Theory também, mas BBT é uma série nerd sobre nerd, então era de se esperar que houvessem tais referências. Já Castle é um série sobre um escritor de romances policiais que com o pretexto de pesquisas para seu livro, arruma uma boquinha como “ajudante de polícia” e por ter uma perspectiva muito particular, acaba ajudando a solucionar os crimes… Rick Castle é um bem sucedido nerd não assumido, mas essa não é a temática da série, e por isso as referências são tão divertidas. E algumas vezes quase imperceptíveis, colocadas sutilmente num objeto de cena ou uma fala descompromissada. Mas vez por outra, são referências escancaradas!

Captain Malcolm 'Mal' Reynolds
Captain Malcolm 'Mal' Reynolds

E outras vezes, são meta-texto recursivo… Em um episódio que se passa no halloween (e é o supra-sumo das referências nerds…), Castle sai do quarto vestido de Cowboy Espacial exatamente como a foto ao lado. Mas essa foto não veio desse episódio de Castle, e sim de Firefly… Firefly (e depois o filme Serenity) era um western espacial. Para pessoas (nerds) como eu (e como o Sheldon – BBT) que lamentam até hoje o fim de Firefly, o festival de referências estava só começando…

there are no cows in space” (Não há vacas no espaço)
(Mas em Firefly, 2002, o personagem de Nathan, Capitão Malcolm ‘Mal’ Reynolds, transporta uma carga de bovinos de um planeta a outro no episódio “Safe”…)

didn’t you wear that, like, five years ago” (Mas você não usou isso, tipo, há uns 5 anos atrás?) / “don’t you think you should move on” (você não acha que devia largar isso e seguir em frente?)
(Serenity, o filme de Firefly, foi lançado em 2005, ou menos especificamente, há uns 5 anos atrás…).

Então é isso… tive minha divertidíssima maratona de Castle ontem, e estou esperando pelo episódio 10 de Castle na próxima quarta feira. E já avisei aqui em casa que não espero mais ninguém: assim que eu terminar de gravar (pra poder pular os comerciais), assisto. E quem quiser que corra atrás pra me alcançar! 🙂

Elenco de Castle
Elenco de Castle

Um comentário sobre “De olho na TV : Castle

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s